Pular para o conteúdo
Voltar

Após conquistar medalhas, alunos de Jiu-Jitsu da PM treinam para seletiva internacional

Dos noves atletas que representaram o projeto em várias categorias, quatro conquistaram o ouro e outras duas, medalhas de prata
Alecy Alves e cabo Iara Lopes | Secom-MT

O Projeto Social de Jiu-Jitsu ‘Guerreiros Mirins’ é uma iniciativa pautada na filosofia de Polícia Comunitária - Foto por: APMCV/PMMT
O Projeto Social de Jiu-Jitsu ‘Guerreiros Mirins’ é uma iniciativa pautada na filosofia de Polícia Comunitária
A | A

Depois de conquistarem medalhas na 2ª Etapa do Campeonato Estadual da Federação Jiu-Jitsu Esportiva de Mato Grosso (FJJE/MT), realizada na primeira quinzena do mês de julho, os alunos do Projeto ‘Guerreiros Mirins’, da Academia de Polícia Militar Costa Verde, treinam visando a seletiva de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, em agosto.

Dos noves atletas que representaram o projeto em várias categorias, quatro conquistaram o ouro: Kauan Carvalho dos Santos Leal (categoria 6 e 7 anos), Pamela Cristina da Silva Morais (9 e 10 anos), Jhennyfer Vitória Alves de Almeida (14 e 15 anos) e Lúcio Flávio Freitas Cunegundes (16 e 17 anos). Duas atletas ganharam medalhas de prata: Kawani Sabino Gomes Batista e Maria Eduarda de Almeida, na categoria 14 e 15 anos.

O professor André Minoru, que está no projeto desde 2015, disse ter ficado feliz com os resultados, mas que já era algo esperado, pois em outras competições que os alunos participaram, sempre tiveram mais de 50% de aproveitamento.

Para o professor Joilson Alves, também integrante da equipe, a expectativa para os próximos campeonatos é de que todos os alunos possam participar, pois acredita que todos podem ser campeões. Ele conta ainda que os campeonatos de Jiu-Jitsu estão ficando mais caros e não possuem incentivos, dificultando a participação dos alunos, pois a maioria é de baixa renda.

As aulas do projeto acontecem nas dependências da Academia de Polícia Militar Costa Verde, em Várzea Grande, todas as terças e quintas-feiras, das 18h30 às 19h30, para a faixa etária de 04 a 09 anos e nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 18h30 às 19h45, para a faixa etária de 10 a 14 anos.

Andre Mininoru Ribeiro Nishizawa, Joilson Alves, Rafael Sirtoli e o soldado PM Adildo Antônio Arruda são os professores que atuam voluntariamente no Projeto Guerreiros Mirins.

O Projeto Social de Jiu-Jitsu ‘Guerreiros Mirins’ é uma iniciativa pautada na filosofia de Polícia Comunitária, cujo objetivo é o de integração das políticas de enfrentamento, orientação e conscientização de crianças e adolescentes para uma vida saudável longe das drogas e de comportamentos de risco.