Pular para o conteúdo
Voltar

Soldado da PM ajuda criança, sensibiliza pessoas nas redes sociais e arrecada donativos

Com a repercussão, centenas de pessoas se mobilizaram para fazer doações à família da criança. A postagem chegou a quase 100 mil curtidas e mais de dois mil comentários
Greyce Lima | Secom -MT

O menino estava no sinaleiro vendendo doces quando ofereceu seus produtos à equipe da PMMT - Foto por: Arquivo Pessoal /Soldado Felipe Lemes.
O menino estava no sinaleiro vendendo doces quando ofereceu seus produtos à equipe da PMMT
A | A

No sábado (25.05), a empatia e solidariedade do soldado da Polícia Militar, Felipe Lemes, movimentou e sensibilizou centenas de pessoas a ajudar a família de um menino de nove anos de idade, que vendia doces em um sinaleiro, no bairro Jardim Imperial, em Cuiabá.

Durante patrulhamento, o policial em ronda pelo bairro se deparou com o menino, de calção, casaco, chinelo - e máscara, vendendo doces na rua enquanto os termômetros marcavam 12 graus.

O menino se aproximou da viatura e tentou vender doces ao soldado, que decidiu fazer algo pela criança. Ele relembra que ao se deparar com o menino no sinal, pensou no frio que aquela acriança provavelmente estava sentindo.

“Estávamos na viatura, com uniforme, coturno e mesmo assim, sentíamos muito frio. Quando vi aquela criança de calção pensei ‘meu Deus, esse menininho está sofrendo’. Foi então que decidi comprar uma roupa para ele se proteger do frio e liguei para mãe dele. A mãe da criança me disse que estavam passando dificuldades, então, decidimos fazer uma compra e ajudá-los ”.

A ação do policial divulgada em uma rede social mobilizou centenas de pessoas a ajudar a família. A criança mora com a mãe e mais três irmãos, sendo um deles ainda recém-nascido.

O policial ressalta que a intenção da postagem nas redes sociais foi mostrar a realidade com a qual os policiais se deparam em suas rotinas, e que muitas vezes as pessoas não enxergam.

“Com a repercussão do post consegui estimular a caridade, o olhar das pessoas para a dor do próximo. Nesse período de quarentena, muitas pessoas estão precisando de ajuda e se a gente realmente quiser, podemos ajudar sim. Fiquei emocionado ao ver o esforço daquele menino para ajudar a mãe e os irmãos, enfrentando um frio que a gente de farda não estava suportando”, destaca o policial.

A família recebeu centenas de doações de alimentos, roupas e outras ajudas. Por enquanto, toda a família permanece em casa. A mãe da criança, grata pela ajuda, agradeceu todos que se sensibilizaram com as condições de sua família e preferiu não aparecer e nem expor os filhos.  

A postagem chegou a quase 100 mil curtidas e mais de dois mil comentários, em uma página de uma rede social.