Pular para o conteúdo
Voltar

Submetralhadora, espingardas e um revólver são tirados de circulação em Sinop e Vera

Em Sinop foram duas ocorrências nos bairros Pato Bravo e Sol Nascente. Uma delas a denúncia apontava um homem ameaçando moradores com uma arma de fogo
Maricelle Lima Vieira | PMMT

- Foto por: PMMT
A | A

Policiais militares de Sinop e Vera prenderam nesta segunda-feira (03.08), três homens por porte ilegal de arma de fogo. Foram tiradas de circulação uma submetralhadora, três espingardas e um revólver.

Em Sinop foram duas ocorrências. A primeira, no bairro Pato Bravo, um homem estaria ameaçando moradores com uma arma de fogo. No local, uma região de chácaras o denunciados estava na porta e carregava uma espingarda calibre 28.

Questionado, disse que teria registro da arma. Já dentro do imóvel, os policiais viram outra espingarda calibre 36, em cima da mesa e várias munições. Da primeira arma, o homem apresentou um registro expirado no ano de 2013, em relação a segunda, entrou em contradição.

Além das duas espingardas, foram apreendidos 34 munições dos calibres 28,36, 380, 50 espoletas, uma caixa de pólvora e uma sacola com chumbos para produzir munições.

A segunda, os militares estavam em ação conjunta com agentes da Polícia Rodoviária Federal na BR 163, quando pararam um veículo e dentro encontraram um revólver calibre 38, com cinco munições intactas.

Em Vera, os policiais realizavam procedimento de rotina quando também pararam o motorista de um veículo que falava ao celular. Dentro do carro foi encontrado um carregador de uma submetralhadora calibre 22. Indagado, o homem disse que a arma estaria em sua casa no bairro Sol Nascente. No imóvel, os militares confirmaram a informação, além de encontrarem outra arma, uma espingarda calibre 36, 149 munições calibre 22 e duas de calibre 36.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.