Pular para o conteúdo
Voltar

PM prende quatro suspeitos por ataque a casal com uma morte em Tapurah

Os suspeitos foram presos no município de Rosário Oeste, a mais de 320 quilômetros do local onde atacaram o casal; as duas armas usadas no crime também foram apreendidas
Alecy Alves | Secom-MT

As duas armas usadas no crime, pistola e revolver, foram apreendidas com os suspeitos - Foto por: PMMT
As duas armas usadas no crime, pistola e revolver, foram apreendidas com os suspeitos
A | A

Policiais militares prenderam no município de Rosário Oeste, na BR-163/164, quatro suspeitos de envolvimento no assassinato de um homem na cidade de Tapurah. O crime ocorreu na manhã do dia dois deste mês, por volta das 6hs. A vítima, um homem de 31 anos, estava a caminho do trabalho em uma granja, na companhia da esposa, quando ocorreu o ataque.

O casal trafegava em uma motocicleta quando foi surpreendido por dois criminosos encapuzados. Os suspeitos saíram a pé de uma área de mata e fizeram o ataque. Depois de ordenar que a esposa da vítima fugisse correndo, os dois homens atiraram diversas vezes da direção piloto da moto. A vítima, que deu entrada no hospital de Tapurah já em óbito, apresentava ferimentos no rosto e tórax.  

As prisões ocorreram cerca de 4h30 após o crime. De acordo com narrativa dos policiais, dois suspeitos, um de 20 anos e outro de 32, confessaram a autoria dos tiros. Disseram que dispararam 12 vezes usando uma pistola 380 e um revólver calibre 32 e fugiram em um Gol que estava escondido a alguns metros do local com outros dois ocupantes.

A interceptação desse carro ocorreu durante uma operação de bloqueio organizada a partir das informações sobre o crime enviadas pelos policiais militares de Tapurah. Os policiais descobriram o modelo, cor e outros detalhes do veículo. Também apuraram que esse carro havia passado em dois pedágios e que seguia por Nobres e Rosário Oeste rumo a Cuiabá.

No momento da prisão, um dos suspeitos do assassinato, de 32 anos, apresentava lesão no tórax e braço esquerdo provada por arma de fogo. Ele narrou aos policiais que durante o ataque ao motociclista a arma dele disparou acidentalmente e um tiro o atingiu tórax e transfixou seu braço.

As duas armas usadas no crime foram apreendidas pelos policiais. O revólver estava em um compartimento atrás do porta-luvas e a pistola escondida no filtro de ar do motor do Gol.

A PM desconhece a motivação do crime. Os quatro suspeitos, o veículo e as duas armas usadas no assassinato foram entregue na Delegacia da Polícia Judiciária em Rosário Oeste.