Pular para o conteúdo
Voltar

Força Tática evita roubo a loja de caça e pesca, prende casal e identifica suspeitos em Sinop

A mulher contou que estavam no local na função de olheiros para os comparsas realizarem o furto ao estabelecimento
Maricelle Lima Vieira | PMMT

- Foto por: PMMT
A | A

Uma equipe da Força Tática prendeu na madrugada deste domingo (22.08), um casal envolvido no roubo de uma loja de caça e pesca, no bairro Setor Industrial Sul, na cidade de Sinop (a 500 km de Cuiabá). Na ação policial, dois homens atiram nos policiais a atitude foi revidada e, eles vieram a óbito.

Os militares estavam em ronda pela Avenida Tarumã e notaram um casal próximo de um trailler de lanche e com a aproximação da viatura demonstraram nervosismos e começaram a se beijar. A atitude chamou atenção da equipe que iniciou o procedimento de abordagem em separado.

A mulher contou que estavam no local na função de olheiros para os comparsas realizarem o furto a uma loja de caça e pesca que também vende armas de fogo.

A equipe foi para o estabelecimento e notou que os homens estavam no telhado e logo em seguida disparos na sua direção. A atitude foi revida e percebido que eles teriam fugido para uma obra do lado. Na varredura, um dos criminosos foi encontrado ferido com uma pistola do lado. Logo em seguida, o outro homem atirou na direção dos policiais que revidaram novamente o acertando. Ele segurava um revólver cromado.

Com sinais vitais, o homem  foi encaminhado ao Hospital Regional. Horas depois foi confirmado pela equipe médica o óbito dos dois.  

No local, os policiais encontraram várias ferramentas usadas para arrombar a loja.  Eles não tiveram acesso ao cofre de armas e a outros compartimentos interno da loja.

Uma equipe da polícia judiciária militar esteve no local e todos os procedimentos foram tomados devido à registro de morte de suspeitos.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.