Pular para o conteúdo
Voltar

Operação Vitae tira droga e armas de circulação e segue em andamento na Região Norte

As ocorrências foram registradas nas cidades de Peixoto de Azevedo, Marcelândia, Guarantã do Norte e Novo Mundo
Richelly Alves | PMMT

- Foto por: PMMT
A | A

Em seis dias, a Operação Vitae, promovida pelo 15º Comando Regional já tirou de circulação 17 quilos de drogas, sete armas de fogo, 11 munições intactas, além de prender 16 pessoas. As ocorrências foram registradas nas cidades de Peixoto de Azevedo, Marcelândia, Guarantã do Norte e Novo Mundo desde a última quarta-feira (18).

Com a fase repressiva encerrada, nos próximos 10 dias será realizada a prevenção, com atividade móvel de patrulhamento nas áreas onde ocorreram as apreensões de drogas e armas de fogo. O objetivo é reduzir e controlar os indicadores criminais nas cidades do 15° CR. Além de impedir a incidência de homicídios na região, enfrentar o tráfico doméstico de drogas, fechar bocas de fumo, desarticular uma organização criminosa e capturar foragidos da justiça.

Dentre as ocorrências do final de semana, em Guarantã do Norte, uma equipe da Força Tática encontrou na região de mata na comunidade de Santa Luzia três carabinas, uma espingarda e uma  garrucha além de cartuchos calibre 12, 16, 20 e 22. Durante a ação, homens correram e não foram localizados.

Em Peixoto de Azevedo, os policiais do 22º BPM prenderam sete pessoas envolvidas no tráfico de droga. Na primeira ocorrência, no bairro Centro Antigo, os agentes deram ordem de parada a um VW Gol prata e encontraram 20 porções e uma barra de maconha, uma porção de pasta base de cocaína e R$ 1.992,00 em dinheiro. Os suspeitos detidos tinham idade entre 18 e 29 anos. O motorista foi pego embriagado.

Na segunda, no bairro Alvorada, em uma residência a equipe da Força Tática e da Cavalaria interceptaram dois traficantes, de 21 e 26 anos. A denúncia descrevia que os suspeitos eram responsáveis pela distribuição de drogas na região. Foram apreendidas, em um dos quartos, 24 porções e duas barras de cocaína, seis barras e duas porções de maconha, três porções de pasta base e quatro balanças.

A operação conta o auxílio de informações da Agência Regional de Inteligência do 15° CR e conta com o apoio da Força Tática, Cavalaria de Nova Mutum, Polícia Judiciária Civil e Corpo de Bombeiros Militar, durante a fase com maior ênfase na repressão ao crime. (Texto sob supervisão)

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.