Pular para o conteúdo
Voltar

RAIO prende integrante de organização criminosa com cocaína e R$ 14 mil em dinheiro

A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil
PMMT

Os policiais encontraram parte da cocaína escondido no paralamas do carro Jetta do suspeito. - Foto por: PMMT
Os policiais encontraram parte da cocaína escondido no paralamas do carro Jetta do suspeito.
A | A

Policiais do RAIO prenderam um homem de 33 anos por tráfico de drogas, organização criminosa e associação ao tráfico, na noite de sexta-feira (03.09), em Sinop. Com o suspeito, a Polícia Militar apreendeu 42 porções de cocaína e mais de R$ 14 mil em dinheiro. 

Por volta das 20h, os policiais em rondas pela região do setor Industrial, receberam uma denúncia sobre um homem que estava em um carro Jetta rebaixado vendendo drogas no bairro Jardim Jacarandás. O comunicante relatou ainda que o suspeito estava no automóvel estacionado na Rua Jabuticabeiras.  

De imediato, a equipe RAIO da PM foi até o local, abordando o suspeito já na Rua Colonizador Ênio Pepino, a polícia deu ordem de parada e o motorista demorou para estacionar o carro, quando os policiais perceberam o suspeito estava mexendo no celular; aparentando estar apagando as mensagens do aparelho. 

Durante a abordagem ao suspeito e checagem veicular, os policiais notaram parafusos frouxos no paralamas do automóvel, ao retirar a peça, a PM apreendeu quatro pedras grandes de cocaína, balança de precisão e 12 papelotes da mesma substância ilícita em pó.  O suspeito recebeu voz de prisão, ele confessou que estava vendendo drogas. 

Aos policiais, o homem já preso disse que teria mais drogas em uma quitinete, os policiais seguiram com a diligência e foram até o local na Rua Valdir Dorner. Na ação, a polícia apreendeu mais 30 papelotes de cocaína e R$ 14. 700, 00 em dinheiro trocado. O homem contou que vendia a droga e guardava o dinheiro para repassar para integrantes de uma organização criminosa, todo dia 05 do mês. A PM conduziu o suspeito e todo material apreendido na ação para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil.