Pular para o conteúdo
Voltar

Projeto Jiu-jitsu Rotam leva jovens para treinar para mundial no Rio de Janeiro

Atividade faz parte do calendário anual do projeto social da Polícia Militar de Mato Grosso
Thiago Carvalho | PMMT

- Foto por: Cabo Paz /Batalhão Rotam.
A | A

Atletas do projeto social Jiu-jitsu Rotam da Polícia Militar de Mato Grosso participaram, no Rio de Janeiro, de um treinamento de aperfeiçoamento técnico para a disputa do campeonato mundial de jiu-jitsu, que acontece em novembro, no Estado de São Paulo.

Durante o intercâmbio de conhecimentos pela “Cidade Maravilhosa”, com uma média de três treinos diários, 17 adolescentes, de 12 a 17 anos, que são atendidos pelo projeto social da PM, tiveram treinos com o mestre Rico Vieira, eneacampeão mundial de jiu-jitsu e fundador de uma das maiores equipes da arte marcial do país, a Checkmat.

Além de participarem de treinamento técnico, os atletas tiveram  a oportunidade de viajar para o Estado do Rio de Janeiro e conhecer o mar pela primeira vez. Os atletas desembarcaram na capital carioca, no dia 22 de setembro, eles ficaram hospedados próximos à praia de Copacabana. A viagem é resultado de uma parceria da Polícia Militar com a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel), que juntos, proporcionam a viagem dos atletas para competir e se preparar para os eventos esportivos.

Sob a supervisão do coordenador do ‘Jiu-jitsu Rotam’ e treinador, sargento Rodericky Cardoso, e de outros policiais da Rotam da PMMT, os jovens ainda visitaram o Arpoador e fizeram a trilha da Pedra da Gávea. “Aproveitamos a agenda de treinamento deles para o Mundial e outras competições que vêm por aí, para proporcionar experiências novas na vida deles. Para nós, policiais militares, é marcante e especial fazer parte deste importante momento de desenvolvimento da vida destes jovens. Esses adolescentes moram em bairros de Cuiabá e Várzea Grande, eles que buscam oportunidades e o esporte abre portas para o mundo, para novas experiências de vida. E essa é também a nossa missão de policial militar, formar cidadãos de bem, profissionais competentes e comprometidos para um país melhor”, ressaltou sargento.

O grupo retornou à Cuiabá nesta semana, há 20 dias do mundial de jiu-jitsu, que acontece no 25 de novembro, em São Paulo. O projeto social da PM terá diversos atletas disputando o campeonato.

No mês de julho, 11 atletas do projeto da Rotam conquistaram 20 medalhas no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), em São Paulo. Em menos de um mês, os alunos atendidos pela PM, já conquistaram 29 medalhas, em duas competições diferentes.  

O bom desempenho dos  atletas treinados por policiais militares no tatame do CBJJE é considerado um feito histórico, pois das 20 medalhas conquistadas na competição, 10 são de ouro, cinco de prata e cinco de bronze. Os alunos do projeto social da PM acumularam, em menos de um mês, 29 medalhas, já que na última semana de junho, eles trouxeram para Mato Grosso nove medalhas conquistadas no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu Esportivo, também em São Paulo.