Pular para o conteúdo
Voltar

PM prende dupla com 20 quilos de drogas e R$ 10 mil em dinheiro

Suspeitos confessaram serem integrantes de uma organização criminosa
Hallef Oliveira | PMMT

PMMT
A | A

Policiais militares da Companhia de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) prenderam um homem, de 29 anos, e uma mulher, de 24 anos, por associação para tráfico de drogas, na noite desta terça-feira (22.11), em Sinop. Com os suspeitos foram apreendidos 20 quilos de entorpecentes e a quantia de R$ 10 mil em dinheiro.

Conforme o boletim de ocorrência, o setor de inteligência do 11º BPM recebeu informações sobre integrantes de uma organização criminosa que estariam com grande quantidade de drogas, no bairro Loteamento Daury Riva. Segundo a denúncia, os suspeitos fariam a distribuição dos entorpecentes em outros pontos da cidade.

A equipe do Raio foi acionada e se deslocou ao endereço informado, realizando monitoramento ao local. Em determinado momento, um homem, que deixava a residência em uma motocicleta Biz, foi abordado pelos policiais militares.

Em revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado com o suspeito. Em vistoria ao baú do veículo, foram localizados quatro tabletes de substância análoga a cloridrato de cocaína e a quantia de R$ 10.709,00 em dinheiro. 

Ao ser questionado sobre os entorpecentes, o suspeito afirmou ser integrante de uma organização criminosa e que dentro da casa havia mais material ilícito, autorizando a entrada da equipe para realizar buscas.

Dentro do imóvel, os policiais militares encontraram a segunda suspeita, que também confirmou ser membro de uma facção criminosa. Nas buscas pelo imóvel, a equipe do Raio encontrou 15 tabletes de substância análoga a pasta base de cocaína, notebooks e celulares.

Diante dos fatos, os dois suspeitos receberam voz de prisão em flagrante e foram encaminhados para a Delegacia da cidade, junto com o material apreendido, para registro do boletim de ocorrência e demais providências cabíveis.

Disque-denúncia
A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.