Pular para o conteúdo
Voltar

Jovens do projeto Krav Thai Kick da PMMT realizam melhorias a orfanato de Sinop

Além de brincadeiras com as 18 crianças que estavam no local, os visitantes realizaram uma limpeza geral na área interna.
Assessoria | PM/MT

3ºCR/PMMT
A | A

Dezoito alunos do projeto social Krav Thai Kick Formando Cidadãos, do 11º BPM, e 12 alunos da Academia Anjos do Muay Thai vivenciaram uma experiência diferente no Orfanato Menino Jesus, em Sinop, no sábado (23.06). Além de brincadeiras com as 18 crianças que estavam no local, os visitantes realizaram uma limpeza geral na área interna, desde a capinação e recolhimento do lixo, a troca de reatores e lâmpadas do ambiente. A iniciativa motivou a criação de uma horta para suprir a demanda do local.

“Eles achavam que em casa é difícil, porque têm que ajudar nas tarefas diárias, como lavar louça e arrumar a casa, e puderam ver o que é não ter uma família. O clima foi de atenção e carinho, de troca de experiências, inclusive se apegaram às crianças”, revelou o professor Genivaldo Silva, o Gibi, responsável pela equipe, juntamente com o subtenente Araújo.

Para Kaylane da Silva Araújo, uma das alunas da equipe, foi a primeira vez que visitou um orfanato e pode vivenciar algo totalmente diferente do que imaginava, onde, segundo ela, percebeu ser um lugar bom e agradável. “As crianças são bem cuidadas e saudáveis, porém são carentes de afetividade. Espero voltar mais vezes para visitá-los”, explicou.

A limpeza, além de resolver um problema do local,  pois de acordo com a administração do orfanato, corriqueiramente animais peçonhentos eram vistos por perto, agora possibilitará a criação de uma horta, onde serão cultivadas frutos e verduras para o consumo das crianças que ali vivem.

O professor Gibi destacou a importância de ações desse tipo para que os jovens sintam um pouco da realidade, trabalhando, brincando e cooperando com as crianças. “Foi um aprendizado para eles, pois quanto mais fazemos pelo próximo mais crescemos, eles não fizeram para o orfanato, mas sim para a construção do próprio caráter”, frisou Gibi.

Desta forma, o projeto Krav Thai Kick Formando cidadãos desenvolvido em Sinop sob a idealização do tenente coronel Mariowilian Ribeiro Fuginaka, que comanda o 11º BPM, e apoio do coronel Valter Razera, comandante do 3º Comando Regional da PMMT, não só ensina um esporte, mas mostra os verdadeiros valores de um cidadão que busca do melhor para si e aos demais a sua volta. 

Pan Americano

Oito atletas do projeto estão se preparando para participar do Pan Americano que ocorrerá nos dias 25, 26 e 27 de agosto, em São Paulo. A falta de patrocínio é o grande desafio. “Eles estão animados, focados para a competição. Vamos correr atrás, mobilizar a sociedade para que essa oportunidade seja mais uma conquista”, pontuou o comandante do 3º CR, Valter Razera.

Vale ressaltar que em maio deste ano o projeto Krav Thai Kick representou Mato Grosso na 16ª edição do mundial de artes marciais, realizado em Buenos Aires, na Argentina, que envolvia mais de 1.500 participantes. Como resultado positivo, a aluna Tatiana Lopes, 14 anos, ficou em 1º lugar em Kick Ligth e 2º lugar no Kickboxing. O professor Gibi também garantiu o 1º lugar na modalidade Kickboxing, MMA e Box Chinês.