Pular para o conteúdo

HISTÓRIA

No ano de 1986, o Coronel PM João Evangelista do Nascimento, que na época, era o Comandante Geral da Polícia Militar do nosso Estado, manifestou a preocupação com a memória e a cultura dessa conceituada instituição militar. Em razão disso, nomeou uma comissão de oficiais para engendrar o museu de Polícia Militar, como podemos observar nesta epígrafe:

 “Designo uma comissão composta pelo Ten Cel PM Augusto Fortes Pereira, o Cap PM Tito Caravellas e o Cap PM Fábio Pereira Leite para (...) agilizar a criação do Museu da Polícia Militar, devendo para tal desencadear uma campanha de doação de materiais e peças históricas de interesse da corporação.” [1]

 

Nota-se que já havia uma preocupação do Comandante Geral daquela época, com a preservação da memória da nossa Polícia Militar, porém esta proposta infelizmente ficou inerte, só vai concretizar-se após 13 anos com a criação de fato, do Museu de Polícia Militar do Estado de Mato Grosso.

No governo de Dante Martins de Oliveira foi criado o Museu e Arquivo da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, em 12 de Novembro de 1999, pela Lei de n°. 7.185. Ficando integrado à Secretaria de Segurança Pública e subordinado ao Comandante Geral da Polícia Militar do Estado. É interessante ressaltar que nesse período o Cel. PM. José Renato Martins Da Silva, era o Comandante Geral da nossa gloriosa Polícia Militar, que não mediu esforços para concretização desse sonho, que era a criação do museu da Polícia Militar de nosso Estado.

Foi inaugurado no dia 05 de setembro de 2004, no comando do Cel PM Victor Hugo Metello de Siqueira, então Comandante Geral da Polícia Militar do Estado, que por sua vez designou o Coronel PM Pedro Sidney Figueiredo de Souza, para fazer o curso básico de musealogia no Estado de São Paulo e também conhecer outros Museus de Polícia de outros estados da federação com fito de trazer Subsídios para a efetivação do Museu PMMT. 

O Museu recebe a nome de “Museu Cel PM RR Ubaldo Monteiro da Silva” [2], como forma de homenagear, por questão de justiça, esse ilustre oficial da Polícia Militar do estado de Mato Grosso que, além de sua alta patente militar, destacava-se na sociedade Matogrossense pelo elevado nível intelectual manifestado pela produção e publicação de artigos e livros, dentre eles a “História e Evolução da Polícia Militar de Mato Grosso”, pertenceu ao Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso.

Em linhas gerais, o Museu tem como objetivo: pesquisar, identificar, cadastrar, conservar e expor didaticamente o patrimônio cultural, logístico e bélico desta corporação.

O Museu de Polícia Militar possui um acervo, oriundo de doações, onde uma parte desse acervo fica exposto na sala de visitação ao público interno e externo.

Atualmente o Museu está sediado no 1º Batalhão de Polícia Militar (Porto), na Avenida XV de novembro, 669. O horário de visitação ao público das 08:00 às 17:00 horas de segundas à sexta feiras, com exceção de quinta-feira que  fica aberto até 12:00 horas.