Pular para o conteúdo

Sobre

 

A Coordenadoria de Policia Comunitária e Direitos Humanos (CPCDH) criada em 05 de junho de 2012, por meio da lei complementar n° 466 de, ativada pela Portaria n° 009/SPOE/PMMT de 26 de setembro de 2013, funciona como órgão de assessoramento superior subordinada ao Chefe do Estado Maior Geral da PMMT e possui o objetivo de atuar nos processos de promoção, coordenação, mobilização e avaliação dos trabalhos de Polícia Comunitária e Direitos Humanos, assumindo responsabilidade pelo planejamento e execução de medidas para  fortalecer a integração da comunidade e polícia militar em todo o Estado de Mato Grosso.

Atualmente a Coordenadoria desenvolve atividades junto a Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo (COETRAE), o Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH) e Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (CETRAP), com objetivo de desenvolver políticas de segurança pública com os grupos considerados vulneráveis.

Realizou Seminários de Enfrentamento á Violência Doméstica e familiar e Ciclos de Palestras com os temas: direitos humanos, homofobia, assédio moral e sexual, além de ações preventivas como: palestras, sessões solenes, reuniões com os Conselhos Comunitários de Segurança pública e com a comunidade em geral. Laborou o Programa Institucional de Policiamento Comunitário (PIPC) em 2015 e se encontra atualizando a Diretriz de Policiamento Comunitário (DIPC). Participa ainda em Campanhas como "justiça pela paz em casa" do Tribunal de Justiça e Coração Azul.

Dessa forma, a Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos busca o fortalecimento da filosofia de polícia comunitária e direitos humanos, por meio de ações integradas aos demais órgãos responsáveis pela Segurança Pública e realiza políticas preventivas em toda a Policia Militar.